Banner covid

João descarta definição de chapa neste mês de janeiro por conta do cenário partidário, mas avisa que não deixará para as convenções

Por Paulo Jefferson em 01/01/2022 às 12:43:44

Apesar de ter estipulado para este mês de janeiro a definição de seus auxiliares sobre o posicionamento político para 2022, o governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania) descartou, a possibilidade de definição da formação de chapa para o mesmo período. Segundo o governador, a incerteza sobre o cenário político partidário diante da possibilidade de fusão e federação de legendas impõe um cenário de incerteza que prejudica qualquer planejamento ou estratégia prévia.

“Essa data final é março. E por que ainda não se coloca isso de forma clara? Eu pergunto – Qual o cenário político partidário nós teremos até março? Ninguém sabe! Ninguém sabe quais serão os partidos que farão fusão, ninguém sabe quais serão os partidos que farão federação. Não existe isso claro ainda. Só vamos ter a clareza a partir de março que é a data final, inclusive por uma cobrança de todos. Algum deputado que queira concorrer por um determinado partido quer saber o rumo da legenda. Imagine fazer todo um planejamento, criar chapas proporcionais, e com 30 dias o partido querer fazer uma federação com outro? Acaba toda a estratégia montada, e não pode ser assim”, disse.

João disse que só se definirá sobre a formação de alianças quando estiverem claras as regras do jogo. “A gente tem que ter a certeza pelo caminho que iremos trilhar, então não tenho dúvida que o período até março será um período que todos estarão definidos. Não é fácil compor esse cenário, e quando ele estiver definido teremos a possibilidade de colocar as definições para frente”, pontuou.

No tocante, especificamente a formação da majoritária, João lembrou que na Paraíba, historicamente, essa definição acontece a poucos dias da convenção, tendo algumas ocorrido até mesmo na madrugada que antecede a eleição, todavia, ele não irá protelar de tal maneira.
“Sabemos que a formação da majoritária acontece há poucos dias da convenção – Aqui na PB já aconteceu de tudo. Eu não pretendo fazer isso. Quero que a população saiba quem serão os nossos candidatos bem antes, não agora em janeiro, não é possível, mas será breve”, emendou.

Comunicar erro
Banner anuncie

Comentários

Banner anuncie 2